Política
Candidato a deputado distrital é detido em Vicente Pires

Gilberto Camargos, candidato pelo Pros, foi detido pelo crime eleitoral de boca de urna

O candidato a deputado distrital Gilberto Camargos, do Partido Republicano da Ordem Social (Pros), foi detido nesta manhã na Faculdade Mauá, uma das zonas eleitorais de Vicente Pires. Ele estava fazendo propaganda de sua candidatura nas filas das seções de votação, o que configura crime eleitoral de boca de urna. Policiais civis e um juiz eleitoral o conduziram para a delegacia.

Camargos chegou cedo para votar e permaneceu dentro da faculdade por mais de três horas. Segundo Jaqueline Rocha, supervisora, ele estava com adesivos do partido, o que é permitido, e tentou convencer eleitores na entrada do local. "Colocamos os fiscais para ficar na cola dele, mas ele continuou", ela declarou.

Uma advogada, que não quis ser identificada, relatou: "Cheguei 7h20 da manhã e ele já estava aqui". De acordo com ela, o candidato diz que foi o responsável pela construção do posto de saúde da cidade satélite para atrair os votantes.

A denúncia foi feita pelos funcionários da faculdade e servidores. Victor Bonifácio, supervisor, falou que o Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal orienta a equipe que participa do dia da votação a fotografar casos irregulares como prova da infração.